O vento sopra onde quer: pneumatologia e diversidade religiosa

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Wellington Cristiano da Silva

Resumo

A presente pesquisa propõe-se estabelecer um caminho de diálogo do Cristianismo com as grandes religiões a partir da Pneumatologia. O ponto de partida é a Sagrada Escritura. O testemunho bíblico aponta para a ação universal do Espírito Santo. Ele age para além das fronterias do Cristianismo, pois “o vento sopra onde quer” (Jo 3,8). Em seguida, à luz do Concílio Vaticano II, parte-se para o diálogo da Igreja com as religiões promovido pela ação do Espírito Santo. Constata-se, por conseguinte, que o Espírito dá a todos a possibilidade de se associarem ao mistério pascal de Cristo por um modo só de Deus conhecido (GS 22). Vários documentos do Magistério da Igreja reforçarão esta possibilidade no Espírito. A Igreja igualmente reconhece que o Espírito Santo suscita nos corações das pessoas de diferentes povos e culturas uma diversidade de valores espirituais. Assim, o avanço na pesquisa pneumatológica garante uma justificação e fundamentação para o diálogo inter-religioso.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
DA SILVA, Wellington Cristiano. O vento sopra onde quer: pneumatologia e diversidade religiosa. Revista Opinião Filosófica, [S.l.], v. 10, n. 2, p. 1–13, dez. 2019. ISSN 2178-1176. Disponível em: <http://periodico.abavaresco.com.br/index.php/opiniaofilosofica/article/view/927>. Acesso em: 19 fev. 2020. doi: https://doi.org/10.36592/opiniaofilosofica.v10i2.927.
Seção
Dossiê