O pluralismo religioso em Jacques Dupuis: uma perspectiva teológica para o diálogo inter-religioso

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Mateus Danieli

Resumo

O pluralismo religioso de Jacques Dupuis se fundamenta no método indutivo, isto é, da experiência do encontro com a outra religião encontrar o caminho de síntese daquilo que é positivo e dar plausibilidade teológica ao diálogo inter-religioso. O autor fundamenta o paradigma do pluralismo inclusivista como aquele que mais se adéqua as exigências do diálogo, o qual é outra condição para um encontro entre as fés, sem desmerecer uma ou legitimar a outra. Todavia, Dupuis e a teologia do pluralismo religioso foram questionadas pela Santa Sé com dois escritos oficiais que são a Dominus Iesus e a Notificação a Jacques Dupuis. No encontro entre o pluralismo religioso e as críticas ao teólogo em questão surgem desafios fundamentais para a teologia, como sustentar um método teológico que permita o diálogo inter-religioso, um paradigma que evidencie o acolhimento ao diferente e uma insistência no diálogo como caminho para a paz e da tolerância.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
DANIELI, Mateus. O pluralismo religioso em Jacques Dupuis: uma perspectiva teológica para o diálogo inter-religioso. Revista Opinião Filosófica, [S.l.], v. 10, n. 2, p. 1–24, dez. 2019. ISSN 2178-1176. Disponível em: <http://periodico.abavaresco.com.br/index.php/opiniaofilosofica/article/view/925>. Acesso em: 16 jul. 2020. doi: https://doi.org/10.36592/opiniaofilosofica.v10i2.925.
Seção
Dossiê