A desertificação do homem

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Wesley de Jesus Barbosa

Resumo

Resumo


            O presente artigo busca analisar como a teoria psicanalítica ajuda a explicar as lutas por reconhecimento explicadas por Hornith  e como a conquista dos direitos e da estima social por grupos minoritários podem conduzir a uma ditadura do politicamente correto e ao retorno de uma ordem tirânica anterior. Porque a questão levantada por Brousse é de que a identificação como processo a um S1 ( Significante Mestre) conduz o sujeito por este discurso de forma inabalável tornando-o prisioneiro. Neste sentido, a crise da unidade identificadora no pós-2GGM levantou múltiplos S1 que, ao invés de estabelecerem uma unidade identificadora democrática, livre e igualitária, ou o deserto de ser ou o baile das liberdades do uso das muitas máscaras, optaram por perseguir na busca do falo como luta política das identidades para afirmar a identidade como sintoma.


Palavras-chave: S1, identidade, luta por reconhecimento, psicanálise

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
Seção
Varia