Considerações sobre o início da Ciência: Ser puro em Hegel

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Gabriela Nascimento Souza

Resumo

A argumentação que aqui se apresenta tem como objetivo fazer algumas considerações sobre o início da Ciência que nos permitam uma descrição mais clara do Ser puro em Hegel. Sabe-se que o Ser puro para Hegel é indefinível, não há uma tese propriamente dita, apenas a afirmação de um início imediato, indeterminado e idêntico a si mesmo. Partindo de considerações sobre os movimentos lógicos de uma filosofia científica nos perguntamos sobre o que consiste a mediação imediata do início da Ciência da Lógica.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
SOUZA, Gabriela Nascimento. Considerações sobre o início da Ciência: Ser puro em Hegel. Revista Opinião Filosófica, [S.l.], v. 8, n. 1, p. 404-430, ago. 2017. ISSN 2178-1176. Disponível em: <http://periodico.abavaresco.com.br/index.php/opiniaofilosofica/article/view/746>. Acesso em: 21 out. 2017.
Seção
Varia