Quem são “Os Ninguéns” de Eduardo Galeano no Estado Democrático de Direito?

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Vanessa Santos de Souza

Resumo

O presente trabalho tem como objetivo percorrer o dialogismo entre a prosa poética Os Ninguéns de Eduardo Galeano com o Estado Democrático do Direito, no sentido de analisar sua (des)importância estatal e por que inferem prioritariamente no discurso literário. Para realizar a pesquisa, incorremos entre a área do Direito e dos Estudos Literários, num propósito complementar e sociológico, a fim de introduzir o debate sobre o Estado Democrático e suas implicações práticas. Para fundamentar o trabalho teoricamente, utilizamos nomes como Lenio Streck e Antonio Candido.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
SOUZA, Vanessa Santos de. Quem são “Os Ninguéns” de Eduardo Galeano no Estado Democrático de Direito?. Revista Opinião Filosófica, [S.l.], v. 7, n. 2, p. 362-374, mar. 2017. ISSN 2178-1176. Disponível em: <http://periodico.abavaresco.com.br/index.php/opiniaofilosofica/article/view/706>. Acesso em: 17 dez. 2017.
Seção
Dossiê