Uma Teoria Político-Jurídico-Social em Rawls

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Helysson Assunção França

Resumo

O presente artigo tem por objetivo, expor a noção de Justiça, com base no livro A Teoria da Justiça (1971) de John Rawls . A pretensão é delimitar os aspectos que se referem à filosofia política e do direito, com o intuito de mostrar que ele vai além da abordagem político-jurídica, englobando também o social, na medida em que, apesar de os princípios partirem de cima par baixo, tem por objetivo a cooperação social cujo pressuposto é a ideia de solidariedade humana, ou seja, o bem comum para todos. Nesse sentido, focará no que se refere ao conceito de justiça e seus aspectos filosóficos, jurídicos e sociais implícitos. Na primeira parte de Teoria da Justiça, Rawls delimita as ideias basilares que irá desenvolver ao longo do livro. Na segunda parte, ele postula a importância de se efetuar uma democracia constitucional para a aplicação do que foi posto na parte inicial do livro. Na terceira parte ele expõe a relação entre a justiça, os valores sociais e o bem comum. Nesse vasto mundo teórico do livro, serão expostos: os conceitos de Justiça; a ideia principal de teoria da justiça; o objeto da justiça; o princípio da liberdade; o princípio da igualdade; o princípio da diferença e da reparação; e o véu de ignorância, ressaltando os aspectos políticos, jurídicos e trazendo à baila os aspectos sociais implícitos.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
FRANÇA, Helysson Assunção. Uma Teoria Político-Jurídico-Social em Rawls. Revista Opinião Filosófica, [S.l.], v. 7, n. 2, p. 222-240, mar. 2017. ISSN 2178-1176. Disponível em: <http://periodico.abavaresco.com.br/index.php/opiniaofilosofica/article/view/697>. Acesso em: 18 ago. 2017.
Seção
Dossiê