Sociedade Humana e Direito Pensados a partir da Razão Comunicativa de Habermas

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Eduardo José da Silva Oliveira

Resumo

Habermas traz para nós um modelo de agir em sociedade que privilegia o discurso e a comunicação como mediadores da resolução dos problemas sociais e humanos, numa relação de fatos linguísticos de matriz discursiva, desenvolvendo para tanto um papel essencial de toda sua teoria discursiva, tendo como pano de fundo do agir comunicativo. Tal agir, que privilegia o discurso de maneira dialógica, circular, com o fito de conhecer a verdade, é fruto de uma experiência intersubjetiva no espaço social, apartado de qualquer correlação singular, e muito mais ligado a uma  pragmática  universal, asseverando ser este o único meio pelo qual uma comunidade pode pensar seus problemas em comum, tendo como meta construir soluções que sejam compartilhadas por todos na esfera moral e jurídica enquanto meio de consenso, do discurso como finalidade de acordo justo entre todas as partes envolvidas nesse processo.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
OLIVEIRA, Eduardo José da Silva. Sociedade Humana e Direito Pensados a partir da Razão Comunicativa de Habermas. Revista Opinião Filosófica, [S.l.], v. 7, n. 2, p. 199-210, mar. 2017. ISSN 2178-1176. Disponível em: <http://periodico.abavaresco.com.br/index.php/opiniaofilosofica/article/view/695>. Acesso em: 17 dez. 2017.
Seção
Dossiê