O Conceito em Movimento na Lógica Especulativa: Uma Perspectiva Crítica da Lógica Hegeliana

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

João Miguel Back

Resumo

Esta investigação propõe uma reflexão sobre um problema importante com raiz na filosofia moderna. Enquanto o mundo moderno atribui grande valorização à subjetividade, mostra-se, ao mesmo tempo, incapaz de harmonizá-la com o mundo objetivo. Hegel compreende que esse dado novo constitui um problema central para a filosofia. Sendo que o marco da filosofia se ampliou. Contudo, com a lógica do entendimento esse novo problema se torna insolúvel. O método filosófico deve incorporar essa nova dimensão do pensamento, ampliando seu horizonte. A nova racionalidade deve contemplar a dimensão especulativa, elevando o nível da subjetividade ao plano da objetividade. Necessita-se de um novo parâmetro, um sistema de unidade dialética. Nossa reflexão propõe apontar os principais elementos da crítica de Hegel à lógica do entendimento, bem como sinalizar alguns problemas inerentes a essa crítica. Hegel observara que a cultura do mundo moderno expressava o espírito absoluto e que o conceito podia captar, em termos lógicos, este espírito absoluto. Restava à filosofia, então, o papel de responder por esse método que fosse adequado para superar esse problema. Surge, assim, a proposta do método lógico-especulativo. Todavia, esse projeto também gera algumas inquietações. Sendo que o processo lógico crítico tem a necessidade de manter-se aberto ao surgimento constante da diferença. Na proposta de Hegel, da autodeterminação do absoluto, verifica-se o eminente risco eliminação gradual do espaço da contingência.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
MIGUEL BACK, João. O Conceito em Movimento na Lógica Especulativa: Uma Perspectiva Crítica da Lógica Hegeliana. Revista Opinião Filosófica, [S.l.], v. 3, n. 2, fev. 2017. ISSN 2178-1176. Disponível em: <http://periodico.abavaresco.com.br/index.php/opiniaofilosofica/article/view/475>. Acesso em: 05 jul. 2020.
Seção
Artigos