Do Argumento ao Consenso Através da Linguagem - Heidegger e a Hermenêutica do Cotidiano a Partir de Alguns Tópicos de Sein Und Zeit

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Wellington Amâncio Da Silva

Resumo

O objetivo desse trabalho é discutir introdutoriamente as possibilidades da linguagem no cotidiano. Isso se deu através de uma abordagem fenomenológica heideggeriana, portanto hermenêutica existencial a partir doἄνθρωπος φύσει πολιτικὸν ζῷον, do animal político de Aristóteles, bem como do primado deste ζῷον λόγον ἔχον, animal capacitado de palavra. Assim sendo, observar-se-á o conceito de argumento e consenso, bem como das possibilidades do logos - enquanto uma faculdade que corrobora para a sua própria ontologia, compartilhadas nos contextos do mundo cotidiano. Por fim, o contexto em que esse texto se desenvolve é o de uma ontologia política inerentes aos sujeitos da linguagem e do conhecimento no momento mesmo das suas interações.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
DA SILVA, Wellington Amâncio. Do Argumento ao Consenso Através da Linguagem - Heidegger e a Hermenêutica do Cotidiano a Partir de Alguns Tópicos de Sein Und Zeit. Revista Opinião Filosófica, [S.l.], v. 6, n. 1, fev. 2017. ISSN 2178-1176. Disponível em: <http://periodico.abavaresco.com.br/index.php/opiniaofilosofica/article/view/390>. Acesso em: 04 jul. 2020.
Seção
Artigos