O Método Dialético Segundo o Capítulo Conclusivo da Lógica Hegeliana: A Primeira Tríade Dialética (§§ 12-17)

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Camilo José Jimica

Resumo

No artigo, tematiza-se o debate contemporâneo a respeito da estrutura da primeira tríade dialética e da legitimidade das interpretações de Hösle sobre os aspectos da transição do movimento dialético da parte do capítulo conclusivo da Ciência da Lógica de Hegel, compreendida como discurso humano. O objetivo é esclarecer quando é que o método dialético de Hegel pode ser ou não considerado irracional. Para atingir este objetivo, apresenta-se a reconstrução das teses do desenvolvimento dos movimentos dialéticos da primeira tríade, segundo Iber, buscando uma melhor valorização e compreensão da concepção da ideia absoluta como unidade do conceito e da realidade. Em suma, vai-se mostrar, de forma mais detalhada, o valor e a importância da reflexão de Hegel sobre o método.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
JOSÉ JIMICA, Camilo. O Método Dialético Segundo o Capítulo Conclusivo da Lógica Hegeliana: A Primeira Tríade Dialética (§§ 12-17). Revista Opinião Filosófica, [S.l.], v. 4, n. 1, fev. 2017. ISSN 2178-1176. Disponível em: <http://periodico.abavaresco.com.br/index.php/opiniaofilosofica/article/view/234>. Acesso em: 08 jul. 2020.
Seção
Dossiê