A Luta por Reconhecimento, não Somente por Autopreservação

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Fabio Goulart

Resumo

Neste artigo é investigado como para o filósofo contemporâneo alemão Axel Honneth a visão moderna e tradicional que coloca na luta por autoconservação o centro gravitacional dos conflitos sociais estaria equivocada ou ultrapassada. Também é dito como o filósofo dá sequência à tradição da Teoria Crítica a partir da análise de seus antecessores que teriam se afastado demais dos conflitos cotidianos, levando a filosofia a uma série de questões donde é incapaz de resolvê-las, gerando assim um déficit sociológico. Para superar tal déficit e a ultrapassada visão do início da modernidade acerca do ser humano, a filosofia necessita dar mais atenção aos conflitos interpessoais cotidianos, que podem ser resumidos sempre a uma luta por reconhecimento, por isso seria necessário um retorno a e uma atualização da filosofia política do jovem Hegel que, entre outras coisas, aborda justamente esta ideia.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
GOULART, Fabio. A Luta por Reconhecimento, não Somente por Autopreservação. Revista Opinião Filosófica, [S.l.], v. 4, n. 1, fev. 2017. ISSN 2178-1176. Disponível em: <http://periodico.abavaresco.com.br/index.php/opiniaofilosofica/article/view/228>. Acesso em: 02 jul. 2020.
Seção
Varia